Câncer de Intestino – Sintomas, Causas e Tratamento


Saiba mais sobre o Câncer de Intestino – Veja quais são os principais sintomas, as causas e as formas de tratamento.

Também chamado de câncer de cólon e câncer coloretal, o Câncer de Intestino afeta homens e mulheres em proporções semelhantes. Essa doença abrange os tumores que se desenvolvem no intestino grosso, mais especificamente no cólon, e no reto.

O intestino compreende duas grandes regiões. Uma parte mais fina chamada intestino delgado, e uma mais grossa, o intestino grosso. Casos de câncer no intestino delgado são raros. Em compensação, câncer no intestino grosso é muito frequente. A doença começa sempre como uma lesão benigna que vai evoluindo lentamente até transformar-se num tumor maligno.

Os canceres de intestino costumam ter sucesso no tratamento quando detectados de modo precoce. Caso contrário, torna-se mais difícil, porque o câncer pode se espalhar para outros órgãos. Por isso, fazer o check-up adequado conforme a idade é de extrema importância para detectar tumores antes que se desenvolvam demais.

Sintomas do Câncer de Intestino

Nos estágios iniciais, é comum que a doença não apresente sintomas, de modo semelhante ao que ocorre em outros tipos de câncer. Já quando os sinais aparecem, eles podem variar de pessoa para pessoa, uma vez que estão relacionados à localização e ao tamanho do tumor.

Desse modo, os sintomas são os seguintes:
• Diarreia ou constipação que se torna rotineira;
• Enjoo e vômito;
• Dor, cólicas, gazes e demais incômodos persistentes;
• Fezes escuras e pastosas;
• Fazes em forma de fita;
• Sangue nas fezes ou no ânus;
• Sensação que o intestino não está vazio, após evacuar;
• Dor no ânus, por conta da força feita para evacuar sem sucesso;
• Cansaço excessivo;
• Perda de peso.

Entre os sintomas citados acima, os principais são diarreias frequentes, sangue nas fezes e dores na barriga. O problema é que tais sinais também podem ocorrer devido a problemas comuns, como infecção intestinal ou hemorróidas, por isso, muita das vezes são confundidos. Além disso, os sinais variam de acordo com a localização do tumor e gravidade da doença, sendo recomendado procurar o médico quando os sintomas persistem por mais de 1 mês.

Nos caso onde há suspeita de câncer, os exames mais utilizados para o diagnóstico são:
Exame de fezes: ajuda a identificar a presença de sangue oculto ou de bactérias responsáveis por alterar o trânsito intestinal;
Colonoscopia: é utilizada para avaliar as paredes do intestino quando existem sintomas ou presença de sangue oculto nas fezes;
Tomografia computadorizada: é usada quando não é possível fazer a colonoscopia, como no caso de alterações da coagulação ou dificuldade respiratória, por exemplo;

Intestino saudável e não saudável

Causas do Câncer de Intestino

A origem do câncer de intestino normalmente são os pólipos, isto é, lesões benignas que se desenvolvem na parede interna do intestino grosso. Para prevenir os tumores, portanto, é importante removê-los quando forem detectados, sendo que o procedimento se chama colonoscopia.

Já os fatores de risco para a doença são os seguintes:
• Histórico familiar;
• Pólipos adenomatosos;
• Idade acima de 50 anos;
• Doença inflamatória intestinal;
• Diabete;
• Obesidade;
• Alimentação;
• Tabagismo;
• Alcoolismo;
• Aspectos ambientais;
• Síndromes genéticas, como Polipose adenomatosa familiar e Síndrome de Lynch.

Tratamento para Câncer de Intestino

O melhor tratamento de câncer de cólon é definido de acordo com a extensão do tumor e o seu nível de espalhamento. É preciso ainda levar em conta a idade do paciente e suas condições de saúde. Em alguns casos, diferentes tratamentos podem ser combinados. Entre eles:
Cirurgia para câncer de cólon em estágio inicial: é possível valer-se da colonoscopia, procedimento menos invasivo.
Cirurgia invasiva para câncer de cólon: se o tumor já se espalhou, a colectomia parcial (hemicolectomia) é mais indicada, consistindo na retirada de parte do cólon com o tumor e mais um pouco de tecido saudável ao seu redor.
Quimioterapia: remédios que destroem as células cancerosas.
Radioterapia: radiação ionizante no local do tumor.

Fique à vontade caso queira relatar histórias de amigos ou familiares que já sofreram com o Câncer de Intestino, para isso basta deixar um comentário logo abaixo. Estamos juntos nessa. Vamos vencer essa doença!