Câncer de Mama Inflamatório – Confira os sintomas e saiba mais sobre o assunto


O câncer de mama inflamatório é subtipo menos frequente, representando cerca de 1 a 3% dos casos de câncer de mama em todo o mundo.

O câncer de mama inflamatório é um tipo raro e difere dos outros tipos de câncer de mama quanto aos sintomas, prognósticos e tratamento. Ele representa cerca de 1 a 3% dos casos de câncer de mama do mundo, segundo dados da Sociedade Americana de Câncer (ACS).

LEIA TAMBÉM: CÂNCER DE MAMA – SINTOMAS, CAUSAS E TRATAMENTO

Apesar de ter um incidência mais baixa, esse tipo pode ter um prognóstico pior devido ao estágio de desenvolvimento que normalmente é encontrado. Como sua ocorrência é baixa, muito pouco se divulga sobre esse tipo de carcinoma deixando muitas dúvidas nos poucos, porém significativos, pacientes que o portam.

O câncer de mama inflamatório tem como principal característica o estágio avançado em que se encontra no momento do diagnóstico. Isso se deve a velocidade em que o carcinoma se desenvolve.

O câncer de mama inflamatório tem a capacidade de se espalhar muito rapidamente, a partir do seu ponto de origem, para os tecidos, e possivelmente para os linfonodos próximos. Sua velocidade de evolução faz com que haja uma rápida reação inflamatória e intensa em toda área afetada.

Sinais e Sintomas do Câncer de Mama Inflamatório

Aparência da mama no Câncer de Mama Inflamatório
Aparência da mama no Câncer de Mama Inflamatório

O câncer de mama inflamatório provoca uma série de sinais e sintomas, a maioria dos quais se desenvolve rapidamente e podem começar todos ao mesmo tempo, podendo incluir:

  • Espessamento da pele da mama;
  • Vermelhidão em mais de um terço da mama;
  • A mama pode se tornar mais rígida;
  • Alteração da textura da pele da mama (similar a casa da laranja – Trata-de de um dos principais sintomas do câncer de mama inflamatório);
  • Inversão do mamilo;
  • Inchaço da pele de modo que uma mama pareça maior que a outra.
  • Aumento da temperatura da mama;
  • Aumento do peso da mama comparando com a outra;
  • Dor e coceira na mama;

O eritema, calor na região e prurido são sintomas comuns de infecção ou inflamação da mama, assim como a mastite se a mulher estiver grávida ou amamentando. Como esses problemas são muito mais comuns do que o câncer de mama inflamatório, o médico inicialmente, pode suspeitar que a causa seja uma infecção e tratá-la com antibióticos.

Este é o primeiro passo, mas se os sintomas não melhorarem dentro de 7 a 10 dias, será necessária a realização de exames para diagnosticar a causa da inflamação. A possibilidade de ser um câncer de mama inflamatório deve ser considerada se a mulher que apresentar tais sintomas não estiver grávida ou amamentando, e se já passou pela menopausa.

Exames para diagnosticar o Câncer de Mama Inflamatório

Se por acaso, existir qualquer suspeita de um câncer de mama inflamatório um ou mais dos seguintes exames de imagem devem ser realizados o mais rápido possível:

  • Mamografia;
  • Ultrassom;
  • Ressonância magnética;
  • Tomografia computadorizada;
  • Tomografia por emissão de pósitrons.

Taxa de Sobrevida

Por ser considerado um câncer agressivo, o prognóstico geralmente não é tão bom como a maioria dos outros tipos de câncer de mama.

  • A taxa de sobrevida mediana para mulheres com câncer de mama inflamatório estágio III é de 57 meses.
  • A taxa de sobrevida mediana para mulheres com câncer de mama inflamatório estágio IV é 21 meses.

Quanto mais rápido for diagnostica, melhores são as possibilidades de cura e taxa de sobrevida. Fique atento aos sinais que seu corpo da, e não hesite em procurar ajuda profissional.

LEIA TAMBÉM: TIPOS DE CÂNCER MAIS COMUNS EM MULHERES