Câncer de Pênis – Sintomas, Causas e Tratamento


Saiba mais sobre o Câncer de Pênis! Conheça os principais sintomas, as causas e como se proteger dessa doença.

Muita gente não leve a sério, mas este também é um assunto sério. Os casos de câncer de pênis tem crescido justamente por não ser um assunto muito falado e também porque os homens costumam ser mais relaxados do que as mulheres no que se refere a perceber certos sintomas.

Câncer de Pênis
Câncer de Pênis

O câncer de pênis é um tipo raro de câncer, com maior incidência em homens com mais de 50 anos, embora possa atingir também os mais jovens. A doença está associada à má higiene íntima do homem, à infecção pelo pipolmavírus humano (HPV) e a homens que não se submeteram à circuncisão, a remoção do prepúcio, pele que reveste a glande (a famosa fimose) – a “cabeça” do pênis.

LEIA TAMBÉM: TIPOS DE CÂNCER MAIS COMUNS EM HOMENS

Onde o Câncer de Pênis é mais comum?

Aqui no Brasil o câncer de pênis é mais comum nas regiões Norte e Nordeste, representando 2% de todos os tipos de câncer que atingem os homens. O diagnóstico precoce da doença é fundamental para evitar a evolução do tumor e a posterior amputação total do pênis, que com certeza trará consequências físicas, sexuais e psicológicas ao homem.

Sintomas do Câncer de Pênis

Sintomas do Câncer de Pênis
Sintomas do Câncer de Pênis

Os principais sintomas do câncer de pênis são ferida ou úlcera persistente. Além desses sintomas, podem também aparecer:

  • tumoração na glande (cabeça do pênis);
  • tumoração na pele que cobre a cabeça do pênis;
  • tumoração no corpo do pênis;
  • secreção branca (esmegma);
  • ínguas na virilha;
  • aumento anormal do tecido da cabeça do pênis.

No surgimento de qualquer uma dessas manifestações clínicas, é fundamental procurar ajuda médica imediata para evitar possíveis complicações e iniciar o tratamento o mais rápido possível.

Tratamento do Câncer de Pênis

O tratamento do câncer de pênis consiste basicamente na remoção cirúrgica da lesão primária peniana (penectomia parcial ou total) associada à linfadenectomia inguinal bilateral com intenção curativa.

A cura é possível até mesmo em casos de metástase inguinal. No entanto, o tratamento do câncer de pênis depende da extensão e do local do tumor e do comprometimento dos gânglios inguinais (ínguas na virilha).

Os principais tratamentos para câncer de pênis, que podem ser combinados ou não, conforme cada caso e com a devida recomendação médica, são:

  • Cirurgia.
  • Radioterapia.
  • Quimioterapia.

A radioterapia e a quimioterapia são indicados nos casos de recidiva do câncer de pênis ou como tratamento paliativo nos casos que não são considerados cirúrgicos.

Como prevenir o Câncer de Pênis?

A melhor forma de prevenir o câncer de pênis, é fazendo a limpeza diária do órgão com água e sabão, principalmente após as relações sexuais e a masturbação. É fundamental ensinar aos meninos desde cedo os hábitos de higiene íntima, que devem ser praticados todos os dias.

A cirurgia de fimose (quando a pele do prepúcio é estreita ou pouco elástica e impede a exposição da cabeça do pênis, dificultando a limpeza adequada) é outro fator de prevenção. Esta cirurgia geralmente é feita quando jovem, por isto é importante que os pais conheçam a necessidade de levar os filhos ao urologista para análise médica. A operação é simples e rápida e não necessita de internação. 

Além disso, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, há um crescente corpo de evidências que associam o Papilomavírus Humano (HPV) e o câncer de pênis. A vacina contra o HPV faz parte do calendário nacional e está disponível nas mais de 36 mil salas de vacinação em todo o país para meninas de 11 a 13 anos. Você que é mamãe de um menino, não deixe de levar seu filho.

LEIA TAMBÉM: CÂNCER DE PRÓSTATA – SINTOMAS, CAUSAS E TRATAMENTO